terça-feira, 21 de abril de 2015

21 de abril - Morte de Tancredo Neves

Em 15 de janeiro de 1985, o Congresso Nacional "elegeu" Tancredo Neves Presidente da República (por 480 votos contra 180 do candidato Paulo Maluf).
Foi uma festa no Plenário e nas ruas.
Comemorava-se o fim da ditadura e a esperança de novo Brasil.
Mas,  Tancredo foi internado com uma doença grave.
Foram 38 dias de agonia, para ele e para o povo brasileiro. Depois de sete cirurgias, no dia 21 de abril, anunciaram sua morte.
Morreu o Presidente da República que nunca assumiu e, junto, a esperança que havia sido depositada nele.
Em São Paulo, dois milhões de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre do hospital até o aeroporto. Em suas casas, vendo as imagens na televisão, milhões de brasileiros choravam sua morte.
Assim, seu vice, José Sarney, que já estava no cargo interinamente, tornou-se o primeiro presidente civil depois de 21 anos de Ditadura Militar.




Com o enterro sendo transmitido ao vivo, o coveiro levou 15 min para dar o seu trabalho por encerrado, enquanto reinava total silêncio. 

* matéria interessante sobre esta "eleição e o SNI":